Rondônia, Hoje é

Maurão de Carvalho informa que a Sedam não suspenderá operação de despejo na Gleba Cuniã

Postado Dia agosto 10th, 2017

Presidente assinará requerimento solicitando informações e relatórios sobre a ação e tentará conversar com Confúcio para buscar solução

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), durante seu pronunciamento na sessão ordinária da Assembleia Legislativa desta última terça-feira, informou que se reuniu com o secretário da Sedam, secretário Wilson Sales Machado e representantes do Ministério Público para tentar suspender a ação do governo do Estado na Gleba Cuniã.

Maurão disse que o secretário afirmou que a operação de despejo das famílias que residem nas linhas da Gleba Cuniã, não será paralisada e que o trabalhador que se sentir prejudicado deve procurar seus direitos judicialmente.

O presidente afirmou que esperava um consenso entre as partes, porém que diante da recusa dos órgãos que executam a operação de desapropriação, sob a alegação de se tratar de uma Área de Proteção Ambiental (APP), a próxima iniciativa é a de encaminhar um requerimento a Sedam solicitando informações sobre toda a ação.

“Vamos assinar um requerimento solicitando toda a documentação que justifique essa operação, saber quem foi intimado, quem recebeu notificação, qual a determinação do MP, se existe uma ordem judicial para o que está acontecendo, quantas são as pessoas que estão lá dentro e posterior a isso, fazer um cruzamento de informações”, explicou Maurão de Carvalho.

O presidente lamentou que, após retornar da reunião, foi informado de que mais uma casa, de propriedade de um trabalhador que já estava no local há mais de 12 anos, havia sido derrubada durante a operação da Sedam.

Com o apoio dos deputados Hermínio Coelho (PDT) e Jesuíno Boabaid (PMN), Maurão informou que os parlamentares estarão no local na manhã desta quarta-feira (9) para acompanhar de perto como está sendo realizado o despejo das famílias e as ações da Sedam e Polícia Ambiental.

Maurão ressaltou que a Assembleia está disposta a, inclusive, alterar leis que possam vir a beneficiar as famílias que estão sendo expulsas de suas casas e suas terras. O presidente se comprometeu a conversar com o governador Confúcio Moura (PMDB), para tentar buscar uma solução imediata.
Fonte:Decom

banner 2pe