Banner_foto_digital_3

No Banner to display

Rondônia, Hoje é

Cujubim realiza o 1º Casamento Comunitário e participaram 72 casais

Postado Dia dezembro 2nd, 2017


A cerimônia do 1° Casamento Comunitário de Cujubim realizado na tarde deste sábado (02-12) na quadra coberta do colégio estadual Antônio Francisco Lisboa, popular Colejão, uniu 72 casais que oficializaram suas núpcias em uma cerimônia que reuniu um grande número de convidados.

Publicidade

Um momento importante para 72 casais da Comarca de Ariquemes que tiveram a oficialização da união e da convivência familiar ocorrida no 1º Casamento Comunitário, realizado no dia 02 de dezembro. O Casamento foi organizado pelo Poder Judiciário em conjunto com o  Cartório de Ofício Conrado Leles de Cujubim.

Grande número de convidados entre familiares e amigos dos noivos que prestigiaram a cerimônia de casamento comunitário realizado na tarde desta sábado em Cujubim. De acordo com a organização do evento, foram 72 casais a oficializarem suas núpcias em um  ambiente decorado com flores e tapete branco.

A Iniciativa do poder Judiciário de Rondônia que contou com o apoio da Prefeitura de Cujubim e CRAS com a ajuda de voluntários organizou a ornamentação com flores de laranjeiras e tapete branco dando o ar solene do evento.

Também participaram do evento o presidente da câmara de vereadores Adailton Carlos, o procurador geral do Município Renan Carlos Rambo, a 1ª Dama Rosane Veiga, o Prefeito Pedro Fernandes e representando o Judiciário a Juíza Marcia Masioli de Ariquemes.

A condução oficial do compromisso ficou a cargo da juíza de paz do município Sra. Franciele e o registro através da oficiala do cartório de registro Civil Nancy Leles.

Segundo a magistrada Marcia o casamento comunitário é uma iniciativa do poder judiciário que conta com o respaldo da população e apoio das autoridades locais, sem as quais não seria possível a concretização do evento.

Ainda segundo a Juíza Marcia, que coordena a ação no âmbito da comarca de Ariquemes trata-se de um momento único onde os vínculos familiares são fortalecidos, com o apoio institucional. “parabenizo aos noivos pelo acerto na regularização das uniões, no caso dos que já vivem em união estável, e pela escolha de se unirem, aos que ainda vivem juntos”.

Em seguida, a magistrada alertou para as diferenças entre o casamento e a união estável, frisando que durante o tempo em que os casais permanecem juntos, os mesmos direitos são concedidos. Porém, em caso de morte de um deles, a proteção jurídica é maior para quem é casado, pois tem direito à meação e à herança, ao passo que os companheiros têm direito apenas à meação, caso provem que ajudaram a amealhar patrimônio conjunto.

O prefeito Pedro enalteceu a participação de toda a comunidade e agradeceu o apoio dos voluntários e servidores, além do poder judiciário pela iniciativa que agrega valores morais e fortalece o vinculo afetivo entre os casais.

Fonte: Rondoniatop

  

.

banner 2pe