Rondônia, Hoje é

BRASIL: Filha do homem que tatuou o cemitério das vítimas nas costas sai do coma após ser envenenada pelo pai

Postado Dia janeiro 25th, 2018

Além de ser obrigada a tomar chumbinho, a mulher de 21 anos foi abusada pelo genitor, que também é acusado de três homicídios e outros crimes.

Após ser envenenada pelo próprio pai, a vítima ficou internada no PSM Mário Pinotti, em Belém. (Foto: Reprodução/TV Liberal)Após ser envenenada pelo próprio pai, a vítima ficou internada no PSM Mário Pinotti, em Belém. (Foto: Reprodução/TV Liberal)
Após ser envenenada pelo próprio pai, a vítima ficou internada no PSM Mário Pinotti, em Belém-PA. 
 

A jovem de 21 anos, que estava internada em estado grave no Pronto Socorro Mário Pinotti, na travessa 14 de Março, em Belém-PA, após ser envenenada com chumbinho pelo pai, tem estado de saúde estável. Marcelo de Jesus Reis Rabelo, 49 anos, pai da vítima, foi preso no domingo (21) e tatuou nas costas uma sepultura para cada pessoa que matou, de acordo com a Polícia.

Foi apurado que a paciente está fora de perigo e já foi encaminhada para a enfermaria. No entanto, de acordo com a equipe médica responsável, a vítima está com princípio de pneumonia e ainda não tem previsão de alta. Segundo familiares, até ontem a jovem estava expelindo sangue pela boca, tinha dificuldades para falar e só conseguia comer com auxílio de uma seringa.

Segundo a Polícia, Marcelo também é acusado de abusar da filha desde que ela tinha oito anos de idade. A jovem chegou a ter dois filhos do pai, que confessou os crimes, segundo a delegada responsável pelo caso, Eliete Alves, da Seccional de Icoaraci, distrito de Belém. A delegada disse também que Marcelo responde pelos crimes de violação de sepultura, ocultação de cadáver, violência doméstica, homicídio, assalto a mão armada, estelionato e lesão corporal.

 

Marcelo Reis afirmou à delegada que o cemitério representa cada uma de suas vítimas (Foto: Reprodução/Polícia Civil)

Marcelo Reis afirmou à delegada que o cemitério representa cada uma de suas vítimas.

 

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) informou que Marcelo está preso na Central de Recaptura de Condenados, em Belém. Isso porque em dezembro do ano passado, ele fugiu da Colônia Agrícola de Santa Isabel, no nordeste do Pará, dois dias após ter sido beneficiado pelo regime semiaberto.

Fonte: G1.

banner 2pe