Rondônia, Hoje é

CUJUBIM: Homem é assassinado a facadas após ser chamado no portão de casa

Postado Dia setembro 22nd, 2018

Um homem de 38 anos foi assassinado com golpes de faca na noite de sexta-feira (21), em uma residência localizada no Setor 7, em Cujubim (RO). Segundo a Polícia Militar (PM), um homem chamou pela vítima no portão da casa e quando ele saiu, vários usuários de drogas apareceram no local e desferiram os golpes contra a vítima.

De acordo com o boletim de ocorrência, a esposa da vítima acionou a PM dizendo que o marido havia sido esfaqueado no imóvel onde mora por vários usuários de entorpecentes.

Ao chegarem na casa, os policias se depararam com o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) socorrendo a vítima ao Hospital de Pequeno Porte (HPP) de Cujubim.

Para a PM, a mulher disse que estava dentro da casa com o marido, quando uma determinada pessoa o chamou no portão. Ao sair no quintal para falar com o suspeito, vários usuários de drogas apareceram no local, desferiram golpes de faca e fugiram em seguida.

A PM se deslocou até o hospital do município, onde foi informada que a vítima apresentava duas perfurações no tórax e uma no queixo. Os médicos ainda disseram que um dos golpes havia perfurado o pulmão da vítima.
 

Os militares efetuaram buscas pelo município, mas nenhum dos suspeitos foi localizado. Cerca de 40 minutos depois, a PM foi informada que a vítima não resistiu aos ferimentos na unidade hospitalar. Após a morte ser confirmada, a esposa do homem não foi encontrada pela polícia.

O crime foi registrado na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Cujubim e a Polícia Civil Investiga o homicídio.

Histórico judicial

De acordo com o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), a vítima respondia em liberdade por três processos da 1ª e 2ª Vara Criminal da Comarca de Ariquemes (RO). Em um processo pelo crime de receptação, a vítima possuía uma audiência marcada para o dia 2 de outubro.

O homem ainda chegou a ser preso em flagrante em um caso de lesão corporal em situação de violência doméstica, mas ele foi solto depois que a esposa dele disse na delegacia de Polícia Civil que não havia sido agredida pelo marido. O homem também respondia um processo pelo crime de furto.
 
Por G1 Ariquemes e Vale do Jamari
banner 2pe