Rondônia, Hoje é

Deputada “Patricinha” de Rondônia exige carregadores de celulares e tablets nas poltronas de avião

Postado Dia fevereiro 1st, 2019


Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 10766/18 que pretende obrigar a instalação de tomadas de energia nas poltronas dos aviões. A ideia é que seja possível recarregar gratuitamente aparelhos por meio de portas do tipo USB.

“A medida é necessária em virtude da necessidade tecnológica para realizar ligações ou buscar mapas e mensagens de segurança”, defende a autora do projeto, deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO). “Recarregar celulares, tablets e notebooks nos aviões possibilita atender demandas fundamentais, bem como a resolução de pendências profissionais em trânsito, deixando mais horas úteis ao cidadão”. Que feminicídio (todos os dias são assassinadas centenas de mulheres em todo o Brasil) que nada. A prioridade de Mariana Carvalho é ficar conectada. Parabéns.

Deputada baladeira

Ela adora uma balada. Nas últimas folgas, a parlamentar foi ao show de Anitta e esteve no Festival Villa Mix, ambos em Goiânia. “A Mari é ótima, uma das pessoas mais convidadas para os eventos por seu alto-astral”, elogiou JHC, deputado alagoano.

Mariana Carvalho é uma das poucas mulheres que fazem parte da lista dos animados deputados, ao lado de Shéridan Oliveira (PSDB-RR), Cristiane Brasil (PTB-RJ) e Bruniele Gomes (PR-MG), a Brunny, que, há dois anos, bombou na internet ao ser flagrada numa festa dançando funk.

“Divulgação de atividade parlamentar”

A deputada rondoniense contratou uma empresa de Brasília responsável por “divulgar suas atividades parlamentares”. A Objetiva Assessoria e Comunicação, que tem como sócia à ex-chefe de gabinete do atual prefeito do Rio de Janeiro e ex-senador Marcelo Crivella, Margarett Rose Nunes Leite Cabral e sua filha, a jornalista Julia Leite Cabral.

Margarett é servidora efetiva aposentada no Senado e estava, até abril desse ano, na prefeitura do Rio de Janeiro onde chegou a ser processada por um advogado carioca, junto com Crivella, para devolver R$ 40 mil ao município, em uma ação de “cumulação ilegal de salários”.

Confira abaixo os dados da ação:

Processo No 0085680-52.2017.8.19.0001 – 14a. Vara de Fazenda Pública
Réus: Prefeito Crivella e sua Chefe de Gabinete – Margarett Rose Nunes Leite Cabral
Motivo: Salário acima do Teto Constitucional. Cumulação ilegal de Salários.
Pedido: devolução de R$ 40 mil reais ao Município.

A empresa de Margarett, administrada por sua filha abocanhou R$ 60 mil no gabinete de Mariana entre os meses de junho e julho para “divulgar as atividades da parlamentar”. Além disso, a deputada pagou outros R$ 15 mil a empresa OPs Visual, de Jaru em julho para “divulgar atividades”.

A deputada também segue pagando advogados com a rubrica “consultoria, pesquisas e trabalhos técnicos”, o que não é permitido pela legislação.

Fontes: Agência Câmara de Notícias e Painel Político

banner 2pe